Seu navegador no suporta JavaScript. Algumas funes deste site podem no funcionar.
Receba as atualizações do site por rss ou

Sexo Oral

A temperatura dos lábios, a umidade da língua e a sensibilidade dos órgãos genitais faz do sexo oral um dos contactos mais eróticos e estimulantes que o casal pode vivenciar, causando um gozo muito mais intenso do que qualquer outra forma de estimulação sexual.

Relatório feito em setembro de 2005 pelo National Center for Health Statistics que foi base da introdução de uma reportagem feita na revista Time demonstrou que de 12000 americanos entre idades de 15 a 44 anos, mais da metade dos adolescentes questionados já praticaram sexo oral.

Tabu para alguns casais, esta forma de sexo é vista por muitas pessoas como uma prática anti-higiênica, porém com os devidos cuidados de, o órgão sexual é tão limpo e sadio quanto outras partes do corpo, e como em qualquer atividade sexual é melhor quando compartilhado com o mesmo desejo.

Quando feito na mulher se chama cunilingua, podendo ser realizado durante a pratica sexual, como preliminar, no clímax do sexo, ou mesmo com a exclusão de todas as formas da atividade sexual.

A felação (sexo oral que a mulher faz no homem) necessita, porém uma combinação de entrosamento do casal e técnica é necessária estar relaxada, com desejo, e vontade de proporcionar ao parceiro um compartilhar de emoções .A pratica pode ser tão intensa que pode ate dispensar penetração.

Comprovadamente o sexo oral é menos arriscado para a saúde que outras relações, mas isso não desobriga o uso de preservativos em sexo eventual .

Alguns parceiros gostam que a outra pessoa tenha contacto direto com o semem ou fluido vaginal o que não traz nenhum beneficio (crença de que o esperma faz bem para a pele não tem fundamento cientifico) nem tampouco representa riscos para a saúde numa relação entre indivíduos saudáveis, entretanto, pode se tornar uma via de transmissão quando um dos indivíduos é portador de alguma doença, mesmo que não mostre seus sintomas, pois a saliva que diminui a infectividade das doenças transmissíveis (AIDS, hepatite, herpes, hpv), fica diluída na presença de uma quantidade maior de sangue ou fluido contaminado.

A ingestão destes fluidos sem contato físico boca-genitália conhecido como bukake, (uma forma de fetiche) não é considerado sexo oral.

Com relação ao gosto trata-se de uma secreção como o suor ou a saliva: mistura de proteínas, frutose, vitaminas, sais minerais entre outros ingredientes, e tem um sabor levemente salgado, as vezes amargo

Variam a textura e o volume, dependendo da freqüência e do estímulo.

No homem o volume será maior quanto mais tempo estiver em abstinência, adquirindo uma consistência mais densa como uma ostra, porem quando a ejaculação é mais freqüente a secreção tende a ficar mais rala e com sabor mais aguado.

Na terceira idade o sexo oral é um estimulante de grande valor indicado para reviver a libido de forma mais ardente de modo a provocar uma ereção, pois neste período da vida a habituação sexual, os problemas familiares e por vezes problemas de saúde fazem com que o sexo mesmo sendo desejado não desperte grandes emoções para uma noite de amor.

O homem, por necessitar do estimulo visual para elevar o grau de excitação, tem por hábito apreciar esta pratica pelo espelho (como um filme), já as mulheres deixam-se levar pela imaginação, pelo tesão e pelo carinho que sentem, fazendo com este momento seja de uma eroticidade sem igual.

O livro o Kama Sutra ensina:

Pergunte a ele como gosta mais, sugar um pênis pode ser muito prazeroso, mas é preciso faze lo de modo que seja gostoso para seus lábios e língua e não apenas para causar efeito…Pode ser muito erótico toca -lo com as mãos ao mesmo tempo em que beija, lamber e fazer todo tipo de carinho.

Transforme seus dedos da mão direita numa extensão da boca, juntando as pontas do polegar e do indicador e encaixando-as em volta dos lábios. Esses dois dedos formam um anel que vai servir para aumentar ou diminuir a pressão em torno do pênis e comandar o ritmo do sexo oral, Aqui a língua é personagem principal, ela tem de estar sempre em movimento.

A mão esquerda se fecha em torno do penis, fazendo movimentos para cima e para baixo terminando com uma leve torção sempre que chegar perto da glande.

Lamba como se fosse um néctar fazendo movimentos circulares para os dois lados, desça até o períneo, passando pelo escroto e entre os testículos.

Colocar a boca no pênis é uma arte delicada , e não se deve nunca descuidar durante os movimentos para não morder, nem apertar demais o pênis o que causa a interrupção na hora.

Um Comentário para "Sexo Oral"

Deixe seu comentário