Seu navegador no suporta JavaScript. Algumas funes deste site podem no funcionar.
Receba as atualizações do site por rss ou

Sexo e Atividade Física

Homens podem ter sexo com a freqüência sem aumentar o risco de sofrerem um derrame, foi demonstrado em pesquisa que demorou 20 anos para ser concluída pela Universidade de Bristol, na Grã-Bretanha,realizado com mais de 3.000 homens de 45 a 59 anos. O resultado da pesquisa mostra que sexo mais freqüente pode reduzir o risco de infartos fatais. De acordo com as conclusões do estudo, a morte súbita causada por problemas de coração é mais comum entre homens que afirmam ter níveis baixos ou moderados de atividade sexual. Outra pesquisa feita por um psicólogo escocês diz que o sexo vigoroso e freqüente pode deixar as pessoas sete anos mais novas na aparência. O psicólogo David Weeks e o escritor de artigos científicos Jamie James entrevistaram 95 pessoas que parecem mais jovens do que são. Eles sustentam que o sexo é um fator muito importante na aparência de juventude dessas pessoas. “Tanto quanto qualquer outra atividade física, o sexo é parte importante da vida dessas pessoas desde o final da adolescência até o final da vida deles”, concluíram os pesquisadores. Sexo frenético pode reduzir o tecido gorduroso e liberar endorfinas, que são analgésicos naturais e reduzem a ansiedade.

Nos atletas amadores o sexo , melhora o desempenho devido a produção de hormônios , traz benefícios ao sistema respiratório e cardiovascular, fortalece os músculos ‘, regulariza o intestino, baixa o colesterol, diminui peso melhorando o físico o que se traduz por uma eleva+cão da auto estima, produz uma quantidade de suor que lubrifica e limpa os poros.

Uma atividade física regular ira produzir uma melhora da flexibilidade, aumento do tônus muscular, oxigenação dos órgãos pélvicos responsáveis pela ereção e lubrificação vaginal ,o que contribuirá para um desempenho sexual mais erótico.

Pessoas classificadas como de baixo risco em atividades diárias normais tem um risco para eventos cardíacos de um em hum milhão por hora. Tal risco dobra durante a atividade sexual, aumentando para dois por um milhão por hora, sendo que este risco é somente dobrado no período do pos sexo. Para que esses riscos possam ser evitados é importante manter uma atividade física regular, alterando assim o quadro de risco.

A malhação regular tem um efeito protetor significativo, se considerarmos que exercícios aeróbicos tem o potencial de promover uma diminuição no trabalho cardíaco necessário durante a atividade sexual, e também reduzir o risco de atividade que leve ao infarto.

Porem para que possamos usufruir de todos estes benefícios, recomendamos avaliações médicas periódicas , uma alimentação balanceada, não fumar e beber socialmente.

Por outro lado exagero da atividades físicas conhecido como overtraining , cada vez mais comum nas academias , diminui a libido e a potencia sexual. Nas mulheres pode causar também a ausência de menstruação , envelhecimento precoce e ate a falência dos ovários. Já nos homens provoca a impotência e queda de produção de espermatozóides.

Os sintomas mais comuns do excesso de atividade física são a falta de apetite sexual, dor de cabeça, insônia, humor variável e cansaço.

O simples fato um individuo iniciar uma atividade física , acarreta uma produção melhor dos níveis hormonais,produzindo um estimulo de euforia e auto confiança suficiente para reduzir depressão e ansiedade, possibilitando assim o funcionamento de centro hipotalamico responsavel pelo estimulo sexual .

A melhora nas relações entre os casais com relacionamentos desgastados e cristalizados é visível , aumentando inclusive os preâmbulos sexuais.

Este feed- back positivo pode ser continuo a medida que o corpo se molda dentro da expectativa de cada pessoa , para tal basta começar e encontrar um par interessante e interessado.

Um Comentário para "Sexo e Atividade Física"

  • […] Aumento do desejo sexual – “Uma atividade física regular irá produzir uma melhora da flexibilidade, aumento do tônus muscular, oxigenação dos órgãos pélvicos responsáveis pela ereção e lubrificação vaginal, o que contribuirá para um desempenho sexual mais erótico” como esclarece o Dr. Amaury Mendes Júnior. […]

Deixe seu comentário