Seu navegador no suporta JavaScript. Algumas funes deste site podem no funcionar.
Receba as atualizações do site por rss ou

Como responder perguntas incomodas sobre sexualidade dos filhos pequenos ?

Melhor responder de forma clara e objetiva , evitando ir muito além e confundindo a criança.

Os pais não devem demonstrar inibição ou espanto , muito ao contrario , devem encarar a questão com simpatia e honestidade.

Lembre-se que o pudor e o constrangimento muitas vezes vem dos próprios pais ao perceberem o quanto não foram orientados sobre questões referentes a sexualidade.

Educadores demonstram que crianças tem paciência e concentração suficiente para inter-locuções de no máximo Três minutos. Após este tempo, se desinteressam e buscam outras atividades. Portanto não leve para elas seu desconforto ou mesmo seus temores.

Criança na Dúvida

Criança na Dúvida

Seja objetivo e prático use na medida do possível um linguajar parecido com o modo como foi feito o questionamento para, estar mais próximo do mundinho infantil que começa a questionar tudo .Tente entrar neste universo pueril e curioso de forma lúdica e amiga.

Esteja atento ao grau de interesse sexual do pequenino, lembre-se que ele costuma imitar ou absorver o que ocorre no ambiente de casa como forma de aproximação ou despertar interesse dos pais .
Investigar como são as relações com empregados , cuidadores, professores, amigos e familiares próximos , excesso de acesso a televisão ou internet precisam ser esclarecidas e controladas como forma de evitar emoções demasiadas para tão pouca idade.

Os pais ausentes pelas múltiplas funções que a sociedade exige, devem priorizar momentos de entretenimento com os filhos para que possam perceber o desenvolvimento psicoemocional pelo qual possam estar passando

É preciso separar curiosidade de precocidade . Mas quando a família não encontra uma brecha para o dialogo, o médico sexólogo pode ser de grande valia, servindo de ponte e interpretando o significado de um questionamento persistente e incomodo.

Certas atitudes , tais como, falar a linguagem dos pequeninos, não se omitir em responder, não ter pressa em se desembaraçar de tal encargo, e ser paciente e compreensivo contribui para um relacionamento familiar forte e estruturado.

O bom senso deve prevalecer, liberdade demasiada e repressão são sinônimos de insatisfação.

Lembre-se que é melhor aprender correto em casa que na rua.