Seu navegador n„o suporta JavaScript. Algumas funÁűes deste site podem n„o funcionar.

Cursos

Receba as atualiza√ß√Ķes do site por rss ou

Nesta seção você encontrará os principais acontecimentos sobre cursos, simpósios e congresso nacionais e internacionais referentes a área de sexologia para profissionais que se interessam pelo tema.

Curso РIntrodução à sexologia educativa I e II

Diretor de Ensino: Professora Lic. Beatriz Mordoh. Destinado a profissionais e estudantes avan√ßados de toda a Universidade e cursos de ensino superior, l√≠deres comunit√°rios e qualquer pessoa que trabalhe em rela√ß√£o ao tema. Data de in√≠cio: A partir da data de inscri√ß√£o no curso. Dura√ß√£o: Est√°gio de 5 meses e 2 meses para a entrega‚Ķ Continuar leitura »


Indonésia aprova pena de morte e castração química para pedófilos

O presidente indon√©sio aprovou novas penas para os condenados por abuso sexual de crian√ßas, designadamente a castra√ß√£o qu√≠mica e uma pena m√°xima de morte. Os ped√≥filos condenados poder√£o igualmente ser obrigados a usar dispositivos de vigil√Ęncia eletr√īnicos ap√≥s a liberta√ß√£o da pris√£o, de acordo com as novas regras introduzidas por um decreto de emerg√™ncia. “Estas‚Ķ Continuar leitura »


Prefeitura de S√£o Paulo promove semin√°rio contra homofobia

No Dia Internacional de Combate √† Homofobia, a prefeitura de S√£o Paulo promoveu semin√°rio sobre sexualidade. A data foi escolhida porque no dia 17 de maio de 1990, a homossexualidade foi retirada da lista de doen√ßas da Organiza√ß√£o Mundial da Sa√ļde (OMS). “No Brasil, todo dia morre uma pessoa v√≠tima de homofobia”, afirmou ao Seu‚Ķ Continuar leitura »


Vamos falar de sexo: Exercício de ioga ajuda a prolongar o orgasmo

Um v√≠deo da s√©rie: ‚ÄúVamos falar de sexo‚ÄĚ, do jornal O GLOBO. Prolongar o tempo do orgasmo. Quem n√£o quer? √Č poss√≠vel? Sim. Segundo os instrutores de ioga, basta trabalhar corretamente a Kundalini, uma energia que alimenta e redistribui os chakras (centros de for√ßa do nosso corpo vital). Ela circula o tempo todo por um‚Ķ Continuar leitura »


Quem tem medo da masturbação feminina?

Por muito modernas que gostemos de nos considerar, por muito caminho que a sexualidade feminina j√° tenha palmilhado, a verdade √© que, at√© n√£o h√° muito tempo, qualquer pr√°tica sexual que n√£o tivesse o fito da procria√ß√£o era vista como uma forma m√°xima de lux√ļria ou, no limite, de aberra√ß√£o. Pouco a pouco, os tabus‚Ķ Continuar leitura »


Joel Birman critica iniciativa de deputados que querem anular direito de transexuais

O renomado psicanalista Joel Birman, autor de v√°rios livros sobre o tema da diversidade sexual no Brasil e na Fran√ßa, considera uma ‚Äúviol√™ncia psicol√≥gica‚ÄĚ a tentativa de proibir transexuais de usar seus nomes sociais, obrigando-os a manter os nomes de suas certid√Ķes de nascimento. O pa√≠s passa por uma fase de retrocesso em rela√ß√£o √†‚Ķ Continuar leitura »


Radicais roletas sexuais em alta: um soropositivo incógnito e nada de camisinha

Entre os mais ousados em Barcelona, na Espanha, est√° virando moda participar de orgias sexuais em que ningu√©m usa camisinha e uma pessoa HIV positiva √© convidada sem que sua identidade seja revelada. Segundo o site ‚ÄúEl Periodico‚ÄĚ, a tend√™ncia vem sendo mais forte entre homens gays, e os m√©dicos advertem que a pr√°tica est√°‚Ķ Continuar leitura »


Por que a sexualidade feminina é mais flexível que a masculina?

Fluidez sexual Uma nova teoria evolucion√°ria argumenta que as mulheres podem ter evolu√≠do para serem “sexualmente fluidas”.¬†Isto significa que as mulheres seriam capazes de mudar seus desejos sexuais e suas identidades, de heterossexuais para bissexuais, l√©sbicas e novamente de volta para heterossexuais. O objetivo dessa fluidez sexual seria permitir que elas tivessem rela√ß√Ķes sexuais com‚Ķ Continuar leitura »


Sexualidade na deficiência

A sexualidade na defici√™ncia ainda √© na sociedade atual um tabu. Um tema que n√£o √© abordado com frequ√™ncia mas que o gabinete de Inclus√£o Social (GIS) da AAUTAD quis trazer para a discuss√£o com a realiza√ß√£o de um semin√°rio sobre o tema e que juntou algumas centenas de pessoas. A quest√£o √© aqui abordada‚Ķ Continuar leitura »


Saiba o que os jovens pensam sobre sexualidade, HIV e AIDS

Dezesseis volunt√°rios, entre 18 e 59 anos, foram selecionados/as para realizarem a aplica√ß√£o do question√°rio ‚ÄúTreinamento das Preven√ß√Ķes‚ÄĚ, nova pesquisa de campo do Projeto Diversidade Sexual, Sa√ļde e Direitos entre Jovens, da Associa√ß√£o Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA). O question√°rio cont√©m 54 perguntas, que abordam temas como g√™nero, sexualidade, HIV e AIDS, viol√™ncia e comportamento.‚Ķ Continuar leitura »